UBE

EBD: O CUIDADO COM AS OVELHAS. Subsídio e comentário

11 maio 2010

EBD-7

DEVOCIONAL

Texto Áureo:

“Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas” (Jo 10.11)

Verdade Prática:

Se não cuidarmos das ovelhas de Cristo, de acordo com o que nos prescreve o Sumo Pastor, como haveremos de comparecer perante Ele?

Leitura Bíblica em Classe:

Jeremias 23.1-4; João 10.1-5

PLANO DE AULA

I. OBJETIVOS:

1. COMPREENDER que o pastor é um administrador do rebanho do Senhor;

2. ENTENDER que Israel foi destruído por que lhe faltou verdadeiros profetas;

3. CONSCIENTIZAR-SE de que o líder precisa cuidar das ovelhas de Cristo, de acordo com o que prescreve o Sumo Pastor.

II. CONTEÚDO:

1. O QUE É UM PASTOR

No hebraico raah, no grego poimen, é a pessoa encarregada de guardar rebanhos de ovelhas.

Na atividade diária do pastor, segundo a tradição, diz que ele “dirigia-se de manhã para o aprisco, onde ficava recolhido o rebanho, e chamava as ovelhas. As ovelhas ouviam a sua voz e o seguiam. Ele guiava o rebanho às pastagens, passava o dia inteiro com ele, e, às vezes até a noite, defendia-o contra os ataques das feras e os assaltos dos ladrões. Os cordeirinhos e as ovelhas enfraquecidas tinham maior atenção do pastor” (John Davis).

Comumente, “um pastor oriental conhecia todas as particularidades de cada uma de suas ovelhas – suas histórias, defeitos, temperamento e gostos – algumas dessas qualidades eram personificadas pele nome que ele dava a cada uma delas” (Herbert Lockyer).

Davis assegura que “nas estações do ano em que as pastagens secavam ou ficavam cobertas de neve, os pastores tinham de fazer provisões para sustento do rebanho; cortavam ramos de árvores da floresta de que se alimentavam as ovelhas”.

Esta atividade é conhecida como pastorear, do grego poimaino, é o mesmo que apascentar, cuidar do rebanho, tomar conta das ovelhas.

Vamos observar a definição do termo PASTOR na perspectiva ministerial conforme a Bíblia.

Pastor é aquele que lidera a igreja local, a congregação, suprindo as necessidades espirituais e administrativas do povo de Deus. Etimologicamente, também pode ser chamado de ‘presbítero’ (At 20.10; Tt 1.5) e ‘bispo’ (1 Tm 3.1; Tt 1.7).

Sua atividade consiste em pregar e ensinar a sã doutrina, combatendo as heresias, desta feita promovendo o bem-estar na congregação.

O pastor é o líder da igreja local, o responsável pelo rebanho do Senhor. Jesus é o modelo para todos os que exercem o ministério pastoral.

Ele é o guia que mostra o caminho a ser seguido, conduzindo com amor e misericórdia os salvos do Senhor. O pastor vai na frente do rebanho, ou seja, com sua vida e testemunho ele torna-se um modelo a ser imitado, assim com Paulo falou: “Sede meus imitadores, como também eu, de Cristo” (1 Co 11.1).

Em sua vasta lista de obrigações, podemos destacar algumas atividades essenciais para o ministério bem-sucedido:

  • Amar a Deus;
  • Ser convicto da salvação;
  • Orar sem cessar;
  • Seguir a paz e a santificação;
  • Esforçar-se pela excelência no relacionamento familiar;
  • Governar bem a sua própria casa;
  • Ler diariamente a Bíblia Sagrada;
  • Estudar constantemente a Palavra de Deus;
  • Amar a igreja que dirige;
  • Ser submisso aos superiores;
  • Servi ao rebanho por amor, não por dinheiro;
  • Está pronto a sacrificar-se pelo rebanho;
  • Ser solidário com os problemas dos congregados;
  • Visitar os fracos, buscar os caídos – carrega-lós ainda que nos ombros;
  • Não desprezar os velhos;
  • Não subestimar a importância das crianças;
  • Orientar, apoiar e integrar os adolescentes e jovens,
  • Nunca centralizar o poder, compartilhar a responsabilidade é melhor decisão;
  • Exercer uma boa administração eclesiástica – zelar e desenvolver o patrimônio da congregação;
  • Evangelizar, ser um incansável ganhador de almas – nunca se esquecer dos pecadores;
  • Preparar a igreja para o encontro com o Senhor – orando, pregando e ensinando;
  • Está cônscio que prestará contas do trabalho ao Sumo Pastor.

É claro que esta é uma lista pessoal, você poderá acrescentar outros itens fundamentais ao ministério pastoral.

2. QUANDO NÃO HÁ VERDADEIRO PASTOR O POVO É DESTRUÍDO

Jeremias com ousadia falou impelido pelo Espírito do Senhor contra os pecados dos falsos profetas e dos corruptos sacerdotes de Judá, que haviam negligenciado as advertências de Jeová, que mancomunados deliberadamente se opuseram a mensagem de juízo transmitida pelo profeta do Senhor.

O profeta classifica pontualmente os pecados praticados pelos falsos pastores contra o rebanho do Senhor:

  • Destroem;
  • Dispersam;
  • Afugentam;
  • Não visitam.

Judá estava como um rebanho sem pastor.

No versículo 9 o profeta revela-se profundamente angustiado com a corrupção dos lideres religiosos de Judá, amargurado ele confessa: “Quanto aos profetas. O meu coração está quebrantado dentro de mim; todos os meus ossos estremecem; sou como um homem embriagado e como um homem vencido pelo vinho, por causa do SENHOR e por causa das palavras da sua santidade”.

Ele prossegue verbalizando contra a cúpula religiosa de Judá ao afirmar: Porque tanto o profeta como o sacerdote estão contaminados; até na minha casa achei a sua maldade, diz o SENHOR” v 10.

Comparados com a santidade do Senhor tanto o profeta como o sacerdote estão contaminados.

A situação é cada vez mais deplorável, o mensageiro fiel continua desmascarando a corrupção dos religiosos nos versículos seguintes: “Nos profetas de Samaria, bem vi eu loucura: profetizaram da parte de Baal e fizeram errar o meu povo de Israel. Mas, nos profetas de Jerusalém, vejo uma coisa horrenda: cometem adultérios, e andam com falsidade, e esforçam as mãos dos malfeitores, para que não se convertam da sua maldade; eles têm-se tornado para mim como Sodoma, e os moradores dela, como Gomorra” v 13,14.

A idolatria, a imoralidade e a falsidade alastraram-se por todo o reino, a pecaminosidade tornou-se banal, comum.

Diante da ameaça do exílio babilônico, a monarquia consultava os fraudulentos profetas que profetizam mentiras, dizendo: “Mal nenhum virá sobre vós” v.17.

No versículo 23 o SENHOR verbaliza por meio de Jeremias: “Não mandei os profetas; todavia, eles foram correndo; não lhes falei a eles; todavia, eles profetizaram”.

É inegável a semelhança com os acontecimentos atuais, quando muitos falsos pastores têm se levantado no meio do rebanho do Senhor pregando um falso “evangelho” associado ao secularismo e práticas esotéricas.

São mercenários, buscam o lucro em nome da fé, “plantam sementes”, acobertados pela farsa da teologia da prosperidade, deturpam a santa Palavra de Deus em beneficio próprio.

3. O VERDADEIRO PASTOR CUIDA DAS OVELHAS DO SENHOR

Urge a necessidade de nos posicionarmos favorável a conservação da sã doutrina e dos bons costumes, preservando o legado herdado dos pioneiros Daniel e Gunnar, que se esmeraram na formação da identidade assembleiana.

Medite na composição desta bela canção:

Lá vem um homem bem conhecido pelo trabalhado exercido na jornada

Pregando nome de Jesus Cristo em sua mão trazendo a bíblia sagrada

Tem sempre abrigo, mas sempre humilde sobre o seu corpo vejo as marcas do labor

Mas sempre alegre, feliz da vida, porque tem feito seu trabalho com amor

Pastor querido, és um santo mensageiro teu trabalhado,

tuas dores por Deus são reconhecidos

Se aqui na terra és considerado escória, não te importes, lá na glória,

tens galardão garantido!

O seu trabalho nem sempre é visto e pelos homens nem sempre é elogiado

Mas para Deus é importante almas preciosas é um santo resultado

É perseguido, mas resistente, enfrenta tudo caminhando para a glória

Prazer e tristezas, risos e lágrimas, mas sua vida é coroada de vitória

Pastor querido, és um santo mensageiro teu trabalhado,

tuas dores por Deus são reconhecidos

Se aqui na terra és considerado história, não te importes, lá na glória,

tens galardão garantido!

Não desanimes querido obreiro vai semeando a semente preciosa

Pois quem semeia com sofrimento, trará seus molhos e a colheita é gloriosa

Lançam teu pão por sobre as águas porque depois de muitos dias marcharás

Quem lança mão sobre o arado deve seguir sempre sem olhar pra trás

Pastor querido, és um santo mensageiro teu trabalhado,

tuas dores por Deus são reconhecidos

Se aqui na terra és considerado história, não te importes, lá na glória,

tens galardão garantido!

(Chagas Sobrinho)


Bibliografia:

Bíblia de Estudo Pentecostal, CPAD

Novo Dicionário da Bíblia de John Davis, Hagnus

O Novo Comentário da Bíblia F. Davidson

Boa Aula!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

COMENTE, todavia seja respeitoso e identifique-se, comentário "anônimo" não será postado. Obrigado!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. O ASSEMBLEIANO .
Design by Herdiansyah Hamzah . Published by Mais Template .
Creative Commons License