UBE

Site da ABGLT convoca para ato de queima da Bíblia hoje em Brasília

01 junho 2011

 

No dia em que Silas Malafaia deve promover uma grande manifestação cristã, os ativistas da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais e Travestis (ABLGBTT) prometeram, no site do grupo, queimar um exemplar da Bíblia Sagrada, num ato total de desrespeito, discriminação e intolerância contra o Cristianismo.
O texto diz, na íntegra, sem alterações ortográficas: "Em frente a Catedral, nós ativistas LGBTT iremos queimar um exemplar da Bíblia 'Sagrada'. Um livro homofóbico como este não deve existir em um mundo onde a diversidade é respeitada. Amanhã iremos queimar a homofobia. Compareça."

IMAGEM DO SITE ABGLT

Os manifestantes alegam que a Bíblia não deve existir por não "respeitar a diversidade" e ser "homofóbico". Quem for agora ao site da LGBTT, não vai mais encontrar a informação, que, claro, foi retirada em seguida, mas a imagem acima não deixa dúvidas.

Segundo Toni Reis, presidente da associação, tudo não passou de um ataque de hackers. “Não somos nós que estamos publicando esse tipo de coisa. Temos respeito total pelas religiões. A Bíblia é para ser respeitada”, disse ele, que afirmou ter teólogos no corpo diretivo da entidade.

A liderança gay, que se uniu ao seu companheiro logo após a decisão no Supremo, explicou que já entrou em contato com as autoridades policiais de Curitiba, cidade sede da ABGLT, para registrar a modificação ilegal de sua página virtual. “Estamos até cogitando tirar o site do ar”, assumiu.

Toni pediu “mil desculpas” aos que se sentiram ofendidos com a postagem. “Estamos tentando verificar quem é o autor desse tipo de ataque. É alguém muito mal intencionado. As pessoas que são homofóbicas não param de nos atacar.”

Segundo ele, esta não foi a primeira vez que hackers teriam entrado na página da entidade. Há dois meses, explica ele, foi publicada a seguinte mensagem na página eletrônica: “Bolsonaro para presidente do Brasil”, em referência ao deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ), que protagonizou inúmeros ataques aos movimentos gays nos últimos tempos em Brasília.

 

Fonte: A-BD / O VERBO

Nenhum comentário :

Postar um comentário

COMENTE, todavia seja respeitoso e identifique-se, comentário "anônimo" não será postado. Obrigado!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. O ASSEMBLEIANO .
Design by Herdiansyah Hamzah . Published by Mais Template .
Creative Commons License