UBE

Disputa na CGADB em Brasília gera expectativas em torno de Samuel Câmara e José Wellington

09 abril 2013

20130409-200508

Texto reproduzi do blog Fronteira Final, do Pr. Antonio Mesquita

Brasília deve receber até quinta-feira, 19 mil ministros do Evangelho das Assembleias de Deus de todo o Brasil, do total de 24,2 mil inscritos.

Algumas discordâncias já despontam no primeiro dia. Por exemplo, todos os assuntos em pauta estão sendo rejeitados e seguem para votação no plenário, por meio de sistema eletrônico.

O primeiro deles foi à rejeição da indicação do pastor Oscar Moura (ES), ligado ao pastor José Wellington, a 3º tesoureiro. O cargo seria criado pela aprovação, pois até hoje a entidade atua com somente dois. O terceiro nome cobriria a ausência em caso de vacância no cargo.

Rejeição

Também as contas da CGADB foram igualmente rejeitadas. No primeiro caso, o resultado teve a diferença de 1.370 votos contrários, do total de 6.365 (3.868 a 2.497).

Nota-se que os apoiadores de pastor Samuel Câmara votam em conjunto e essa diferença reflete a posição a respeito dessa disparidade.

A plenária conta, por enquanto, com cerca de um terço de inscritos, que deverão comparecer na sua totalidade, na quinta-feira (11), dia da eleição – das 8 às 17h.

Movimentação

Chegam a cada momento, no gigantesco espaço no Parque das Nações, caravanas enormes, provenientes de lugares distantes, como uma do Pará, com 20 ônibus.

Transformação do DF

O distrito federal foi transformado num grande centro de ajuntamento de ministros do Evangelho. Praticamente toda a rede hoteleira está comprometida e a movimentação é notável.

Previsão

Dos 24 mil inscritos cremos que o total não ultrapassará ao número de 19 mil, a considerar os 25% ausentes na última eleição em Vitória (ES). Desse total, quem ultrapassar a 9,5 mil votos favoráveis, ganha a presidência leva a CGADB.

Fora

Segundo a Comissão Eleitoral mais de 600 ministros tiveram suas inscrições indeferidas por questões de comprovante de inscrição – pagamento – não condizente com a regra exposta em edital.

Muitos desses pastores – a maioria mantendo a simplicidade cristã – apresentaram recibos manuscritos e outros fizeram depósitos em conta (da CGADB), portanto, sem recibo comprobatório – o boleto.

Ainda segundo a Comissão Eleitoral, outros cerca de 600 nem mesmo compareceram, pois, de antemão, sabiam da impossibilidade.

Também informou que o dinheiro `pago` deverá ser ressarcido. O pedido de ressarcimento deve ocorrer por meio de ofício com os comprovantes de depósito junto a Secretaria da CGADB.

Acesso eletrônico

O sistema de acesso ao plenário é efetivado por meio de catraca eletrônica – tipo ônibus – com leitura de código de barras nos próprios crachás.

Presidente do Conselho Administrativo

Embora com sentença que determina que a escolha do Conselho Administrativo da CPAD, editora assembleiana, ocorra após a eleição, pastor José Wellington determinou a eleição da citada diretoria e presidência, agora (dia 9, 18h30).

A eleição-escolha realizada entre presidentes de convenções regionais é presidida pelo pastor Ubiratan Batista Job (RS).

Feliciano

O plenário aprovou moção de apoio ao deputado assembleiano Marco Feliciano, ligado ao Belenzinho-SP, que segue perseguido por eclesiofóbicos.

FONTE: Fronteira Final

Nenhum comentário :

Postar um comentário

COMENTE, todavia seja respeitoso e identifique-se, comentário "anônimo" não será postado. Obrigado!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. O ASSEMBLEIANO .
Design by Herdiansyah Hamzah . Published by Mais Template .
Creative Commons License