UBE

EBD: ESPERANDO CONTRA A ESPERANÇA. Subsídio e comentário

29 maio 2010

EBD 9


1. DEVOCIONAL

TEXTO ÁUREO:

“Porque há esperança para a árvore que, se for cortada, ainda se renovará, e não cessarão os seus renovos” (Jó 14.7).

VERDADE PRÁTICA:

O que confia em Deus jamais será subvertido pelo desespero; em meio às crises brotará a esperança.

2. OBJETIVOS:

SABER que a esperança é uma das virtudes fundamentais da fé cristã.

EXPLICAR o significado da expressão "angústia de Jacó".

COMPREENDER que dias atribulados estão reservados a Jerusalém, mas o Senhor jamais a desamparará.

3. CONTEÚDO

I. A ESPERANÇA DO POVO DE DEUS

A biografia do profeta é interrompida nos capítulos 30 a 33 por Baruque, escritos no décimo ano de Zedequias, na véspera da queda de Judá. Nesta época, Jeremias estava aprisionado, o profeta havia sido tirado de cena pelo monarca, na tentativa de silenciar a ‘voz profética’.

Acuados no interior das muralhas, os judeus padeciam estarrecidos as agruras da fome e das pestes que se proliferavam dentro dos muros de Jerusalém. Do lado de fora, o terrível exercito babilônico investia fortemente contra a fortaleza de Judá, que demonstrava evidências de enfraquecimento em sua estrutura.

Neste momento tenebroso, Judá necessitava de esperança e conforto para suportar esta hora sombria.

Profundamente contristado, o profeta recebe de Deus uma mensagem para o Seu povo: “Porque eis que vêm dias, diz o SENHOR, em que farei voltar do cativeiro o meu povo Israel, e de Judá, diz o SENHOR; e tornarei a trazê-los à terra que dei a seus pais, e a possuirão” (Jr 30.3). Deus assegurava a disciplina pela iniqüidade cometida, porém garantia a restauração do Seu povo.

ESPERANÇA é “a crença emocional na possibilidade de resultados positivos… e a esperança requer perseverança – acreditar que algo é possível mesmo quando há indícios do contrário” (Wikepédia).

A Bíblia de Estudo Pentecostal esclarece: “a esperança pela sua própria natureza, diz respeito ao futuro (Rm 8.24,25). Porém, ela abrange muito mais do que uma simples vontade ou anseio por algo futuro. Esta ESPERANÇA consiste numa certeza da alma, i.e., uma firme confiança sobre as coisas futuras, porque tais coisas decorrem da revelação e das promessas de Deus.”

II. TEMPO DE ANGÚSTIA PARA JACÓ

A frase "tempo de angústia para Jacó" vem da profecia encontrada em Jeremias 30.5-7: "Assim diz o Senhor: Ouvimos uma voz de tremor e de temor e não de paz. Perguntai, pois, e vede, se acaso, um homem tem dores de parto. Por que vejo, pois, a cada homem com as mãos na cintura, como a que está dando à luz? E por que se tornaram pálidos todos os rostos? Ah! Que é grande aquele dia, e não há outro semelhante! É tempo de angústia para Jacó; ele, porém, será livre dela".

Nessa passagem o profeta Jeremias fala de um tempo ainda futuro quando grande angústia ou tribulação virá sobre todo o Israel, que é simbolicamente denominado de "Jacó". Esse tempo é a Tribulação futura, ou um evento passado? É melhor interpretar esse tempo de angústia como algo que ainda é futuro para Israel – um tempo conhecido como a septuagésima semana de Daniel ou a Tribulação. O expositor bíblico e estudioso de profecia Dr. Charles H. Dyer escreve sobre essa passagem e seu significado:

A que "tempo de angústia" Jeremias está se referindo? Alguns acham que ele está indicando a derrota de Judá pela Babilônia ou a derrota posterior da Babilônia pela Medo-Pérsia. Mas, em ambos esses períodos o Reino do Norte, Israel, não foi afetado. Ele já tinha sido levado ao cativeiro (em 722 a.C.). Uma solução melhor é que Jeremias está referindo-se a um período de tribulação futuro quando o remanescente de Israel e Judá sofrerá uma perseguição incomparável (Daniel 9.27; 12.1; Mateus 24.15-22). O período terminará quando Cristo aparecer para resgatar os Seus eleitos (Romanos 11.26) e estabelecer Seu reino (Mateus 24.30-31; 25.31-46; Apocalipse 19.11-21; 20.4-6).[1]

Portanto, o tempo de angústia para Jacó enfatiza o aspecto da Tribulação futura que expressa a dificuldade pela qual os judeus ou descendentes de Jacó passarão durante esse período. [...]

Texto extraído integralmente do site CHAMADA.

Boa Aula!

Nenhum comentário :

Postar um comentário

COMENTE, todavia seja respeitoso e identifique-se, comentário "anônimo" não será postado. Obrigado!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. O ASSEMBLEIANO .
Design by Herdiansyah Hamzah . Published by Mais Template .
Creative Commons License