UBE

Segunda noite das Celebrações do Centenário da Assembleia de Deus em Belém

18 junho 2011

Durante a noite desta sexta-feira, 17, o Estádio Olímpico do Mangueirão, em Belém do Pará, foi palco mais uma vez de um grandioso culto de comemoração do Centenário das Assembleias de Deus no Brasil.

Cerca de 60 mil pessoas estiveram presentes para festejar essa importante data da história do evangelho no país. Caravanas vindas de todas as regiões brasileiras participaram deste culto que teve como convidado o pastor Silas Malafaia da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Malafaia fez uma pregação criticando a atitude de alguns crentes que colocam os usos e costumes no mesmo patamar das doutrinas bíblicas.

O bispo Manoel Ferreira, da Assembleia de Deus Ministério Madureira (Rio de Janeiro) também esteve presente, apresentando o filho e o neto de Gunnar Vingren.

Antes do encerramento do culto o Pastor Abner Ferreira, filho do Manoel Ferreira, pegou o microfone para mandar um recado aos participantes da festa. “A única igreja mãe das Assembleias de Deus no Brasil é Belém do Pará, o resto é tudo filha da mãe”.

Os cantores Bruna Karla, Jairinho, Elaine de Jesus, Mara Lima, Nando Menezes e Marco Felicianocontinuaram a festa depois do culto, cantando e louvando ao Senhor.

 

Fonte: Gospel Prime

Meu comentário:

Um ponto negativo na festa da segunda noite do Centenário da Assembleia de Deus em Belém do Pará foi a participação do Pr. Paulo Marcelo, conhecido pregador dos “Gideões” em Camburiú.

O pregador foi infeliz na abordagem sobre as ofertas que os magos deram a Jesus, alegando que o Nazareno não foi pobre, mas teve um ministério prospero e com “estrutura ministerial” para dar suporte aos discípulos que deixaram tudo para seguí-lo.

Depois afirmou ser profeta, que estava recebendo orientação de Deus para profetizar que os crentes assembleianos iram conquistar melhores posições sociais; um novo tempo estava chegando para o povo de Deus!

Finalizou pedindo que os fiéis ofertassem a quantia de Cem Reais, pois chegaria para os ofertantes “um centenário” de bênçãos.

Já o pastor Silas Malafaia foi feliz em sua preleção, pontuando os acertos e os erros da denominação centenária.

Exaltou a solidez doutrinária, a autoridade pastoral, a ênfase na doutrina pentecostal e a maturidade da denominação. O pastor Malafaia criticou alguns erros, dentre eles: Equiparar no mesmo patamar doutrina bíblica e usos e costumes, a negligência com a evangelização e os excessos de festas para crentes, a ênfase na “espiritualidade” em detrimento ao testemunho cristão e finalizou alertando sobre a manipulação de alguns cantores e pregadores que “pintam o sete” para fazer o fogo cair.

Particularmente achei a participação do pastor Silas Malafaia positiva, falou algumas verdades do meio pentecostal.

Oremos.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

COMENTE, todavia seja respeitoso e identifique-se, comentário "anônimo" não será postado. Obrigado!

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
 
Copyright © 2015. O ASSEMBLEIANO .
Design by Herdiansyah Hamzah . Published by Mais Template .
Creative Commons License